Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

 

O amor faz-nos feliz. O amor faz-nos sentir realizados. O amor faz-nos sorrir. O amor faz-nos sentir bem connosco próprios. O amor faz-nos viver cada segundo da nossa vida com muita intensidade. O amor faz-nos sentir vivos. O amor faz-nos sentir completos. Ter um namorado ou namorada, na nossa idade deve de ser as melhores coisas que temos. Queres viver algo perfeito ao lado de quem amas, mostrar afectos, respeito e apoio mútuo.

Mas quando o que julgávamos ser amor, se torna em algo violento? O sorriso desvanece e a dor, o sofrimento, a angustia, o desgosto aparece. Não consegues fugir, começas a viver uma prisão. Quem te maltrata até pode sentir remorsos da dor que te provoca, mas isso não o impede de parar. Tu acabas por te rebaixar, por te sentir culpada: “sou agredida, controlada, insultada…mas talvez mereça tudo isto”. Acabas por desculpá-lo: “Só fez aquilo porque estava descontrolado, perdeu a cabeça” ou “tem medo de me perder”.

Ninguém merece estes gestos, ninguém. A culpa é da pessoa que amas, que não tem desculpa alguma para praticar actos violentos. Não tem perdão. E tu, não podes viver assim. A dor e o sofrimento não são saudáveis. Não chores mais por alguém que não te ama e que te só quer controlar. Não te escondas, não guardes para ti este pesadelo. Não deixes de lutar por ti nesta situação, pois quem te ama não te magoa constantemente! Por muito que ames essa pessoa, tens de enfrentá-la, custe o que custar. Não deixes que ele te controle, te manipule, te maltrate sempre. Não deixes passar muito tempo, não fiques calada. Conta a alguém que te possa ajudar, que te dê um ombro amigo. Existem inúmeras instituições que te podem ajudar a enfrentar este gravíssimo problema. Só assim podes ser livre e seguir em frente.

 

Se ele diz que te adora, que gosta de ti…não te deve controlar e manipular!

Se ele tem ataques constantes de ciúmes…não é amor que ele sente!

Se ele diz “amo-te” com o verdadeiro sentimento da palavra…tem de confiar em ti e respeitar-te!

 

Por tudo isto, DIZ NÃO AO NAMORO VIOLENTO!

 

(fiz este texto para amanhã apresentá-lo, juntamente com um vídeo ilustrativo, na aula de Sociologia.)

 

Beijinhos,

~ c.cullen.

 



publicado por Isabela às 17:14 | link do post | favorito

De Filippa a 11 de Novembro de 2010 às 20:38
O texto não podia estar mais elucidativo, expressaste-te muito bem e dizes as verdades todas.
Gostei muito :D


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Catheline, personal blog.
Cátia Vanessa Castro Reis; 03 de Dezembro de 1992; Robert Pattinson; Escrita; Futura Jornalista ou Psicóloga; Saga Twilight; Muse; Cinema; Música; Gossip Girl; Shopaholic; Amor; Bandoletes; Cupcakes.

Catheline.
Vida virtual
Facebook
Hi5
Littleheart-bf
Twitter
After Breaking Down - Fic
My Life as Esme - Fic
Frozen Inside - Fic
TUMBLR
posts recentes

canção do adeus

comunicado

simple words #4

news #5

my heart is back...

xoxo, gossip girl #3

Amizades virtuais
TChrystine
Blowers Daughter
Lennie Rose
Alexandra Queirós
soniiinhaaa :D
~ mia
mg ஜ
LostDreams
Palavras
“If I could dream, it would be about you.”

(Edward Cullen)
Leitura do Momento
«Nómada», de Stephanie Meyer.